Voando Baixo, com Marco ASA (Volume 8)

eu-calcadaAh, o Carnaval – Não há momento mais feliz para os políticos que o Carnaval. Além de poderem tirar outras férias no exterior com as famílias, pagas por nós, contribuintes, todos os golpes, falcatruas, conchavos, roubalheiras e descasos (e até crimes de morte) são esquecidos pelo povo que sai às ruas, bebe, pula e transa como se não houvesse amanhã. Na quarta-feira de cinzas, tudo volta ao normal, com a indignação diminuída pelo efeito da cachaça…Com vocês, o Brasil…

Ah, o FGTS – Nada como jogar migalhas aos famintos. O governo está passando uma “pauta positiva” cujo ápice é o direito do trabalhador de resgatar O SEU PRÓPRIO DINHEIRO, depositado nas contas do FGTS. Pior que estão falando como se fosse “um dinheiro que o Temer vai distribuir”. Acorde. O dinheiro já era seu. Ele só fez o favor de distribuir para tentar melhorar a economia que a turma do golpe PMDB-PSDB destruiu.

Ah, a morte – E a morte de Teori Zawascki? Como ficaram as investigações? Ficou na conta do mau tempo? E, coincidentemente, o advogado do PCC é o seu sucessor? Nem nas séries políticas mais sórdidas, como House of Cards, a trama é tão nojenta e explícita…

Polarização da esquerda – Tem horas que a política é algo irritante. Num momento de união da esquerda em face ao avanço da direita (até da extrema direita), vemos todos querendo polarizar suas ideias. Lula de um lado, Ciro do Outro, PSOL do outro…irritante. É o velho ditado: “farinha pouca, meu pirão primeiro”.

Reservas – Perguntar não ofende: como ficará a administração dos parques e reservas florestais no Brasil. O ICMBIO (Instituto Chico Mendes), que cuida dos mesmos desde o início da “era PT”, vai continuar? Parques como a Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso, estão abandonados, apesar de sua beleza ímpar e do esforço de seus moradores e guias turísticos, que cuidam (por conta própria) de pontos turísticos que seria de obrigação do governo. Aliás, outro abandono é a Jureia, que começa em Peruíbe. As estradas estão em petição de miséria. Amigo que foi para a Cachoeira do Paraíso vai gastar uma nota para arrumar a suspensão do carro depois de cair nas crateras da estrada. Se nem a saúde vai bem no Brasil, quanto mais as reservas ambientais. Triste!

Falando em saúde – A falta de remédio, inclusive insulina e fitas de medição de glicose, na rede pública das cidades brasileiras é um crime. Isso mesmo! Um crime! Enquanto o congresso nacional, assembleias e câmaras municipais gastam bilhões até com engraxates e garçons (nada contra os profissionais, apenas contra as benesses), brasileiros contribuintes morrem sem direitos básicos, pagando os maiores impostos do mundo. Sim, é crime! Cadê o Ministério Público, cadê os juízes com vergonha na cara (sim, existem), cadê a OAB – Ordem dos Advogados do Brasil? Estamos ao léu?

Marco ASA é jornalista (Mtb 1.210/MS), publicitário e escritor, escreve no blog sirireporter.wordpress.com. Comentários, sugestões e denúncias pelo e:mail portalautoasa@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s