Governo construirá o “Parque do Laçador” em Campo Grande

Image
Foto: Rachid Wakhed

Campo Grande (MS) – Acompanhado do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, o governador André Puccinelli prestigiou neste domingo (8) a etapa final da 21ª Copa do Laço do Mato Grosso do Sul, promovida pela Federação de Clubes de Laço de MS, e a 1ª Copa da Confederação Brasileira de Laço. Durante o evento, realizado no Parque do Peão, o governador anunciou que o Parque do Laçador será executado pelo governo do Estado.

“O Parque do Laçador que já teve por nós a doação de terreno, na sua consecução física realizará o sonho dos laçadores de Mato Grosso do Sul de ter a sua sede própria. Comecem a trabalhar logo para que possamos inaugurar pelo menos a célula inicial do parque”, anunciou André Puccinelli. A área doada pelo Estado está localizada na saída para o município de Três Lagoas.

 

Puccinelli destacou a importância de um evento como a 1ª Copa Nacional de Laço Comprido com a participação de representantes dos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio Grande do Sul e mais de 35 municípios de Mato Grosso do Sul. “O laço comprido foi divulgado ao Brasil principalmente pelo Mato Grosso do Sul. A primeira Copa Nacional aqui em Campo Grande mostra o trabalho dos laçadores. São quase 11 mil filiados, com a Federação e a Confederação no nosso Estado, portanto, é uma modalidade esportiva de grande alcance que divulga a cultura do campo e une as famílias da área rural”, destacou.

 

Reconhecimento

Em sua visita a Mato Grosso do Sul, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, confirmou o reconhecimento do Laço Comprido como modalidade esportiva nacional. A justificativa, segundo ele, é pelas regras que se estabeleceram, das competições criadas, das entidades que se organizaram por um esporte que resgata a cultura e memória do País.

“Com o reconhecimento do Laço Comprido aumenta a diversidade da prática de esporte no País, amplia os horizontes do calendário de eventos esportivos e culturais, estimula a geração de emprego e renda, além do pagamento de tributos a partir destas atividades. O poder público apoia e estimula naquilo que está ao seu alcance porque a festa é feita mesmo pelos cavaleiros e amazonas”, comentou Rebelo.

Sonho de 30 anos

Para o presidente da Confederação Brasileira de Laço Comprido de MS, José Atanásio Lemos Neto, o dia foi de confraternização, já que recebeu a confirmação de dois sonhos que serão realizados. “A notícia da construção do Parque do Laçador foi uma das maiores emoções que já tive na minha vida como laçador. Já tenho 55 anos de laço comprido e faz mais de 30 anos que nós corremos atrás do Parque. O governador já tinha nos dado a área e agora confirmou que vai construir este Parque ainda no seu governo”, comentou.

Sobre o reconhecimento da modalidade esportiva, José Atanásio Lemos Neto disse que o esporte será a garantia da preservação dos costumes do homem rural. “Hoje para mim é um dia maravilhoso porque além da construção do Parque temos a realização do grande sonho de transformar o laço comprido num esporte nacional. Isso significa que os nossos filhos e netos jamais vão abandonar a vida do homem do campo e os nossos costumes. A tradição do homem campeiro está garantida no Brasil”, comemorou.

O evento também contou com as presenças da secretária de Estado da Produção, Tereza Cristina Corrêa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s