Estudo de gene revela origens de muitos cânceres comuns

Imagem
LONDRES, 14 Ago (Reuters) – Pesquisadores na Grã-Bretanha prepararam o primeiro mapa abrangente dos processos mutacionais por trás do desenvolvimento de tumores – trabalho que no futuro deve levar a melhores métodos para tratar e evitar um amplo leque de cânceres.
Em um estudo publicado no periódico Nature na quarta-feira, pesquisadores que analisaram mais de 7.000 genomas, ou códigos genéticos, de formas comuns de câncer, descobriram 21 chamadas “assinaturas” dos processos que modificam o DNA.

“(Este) é um passo importante para descobrir os processos que provocam a formação do câncer”, disse Serena Nik-Zainal, do Wellcome Trust Sanger Institute, que participou da pesquisa.

“Através da análise detalhada, podemos começar a usar as quantias impressionantes de informações enterradas fundo no DNA dos cânceres para nossa vantagem em termos de compreender como e por que o câncer surge”.

Todo câncer é causado por mutação no DNA ocorrendo nas células do organismo durante a vida de alguém.

Cientistas são claros sobre algumas coisas, como que os químicos no fumo do tabaco provocam mutações nas células pulmonares que levam ao câncer de pulmão, ou que a luz ultravioleta causa mutações nas células da pele que levam ao câncer de pele.

Mas ainda precisam descobrir os processos biológicos que causam as mutações por trás dos cânceres mais comuns.

“Estamos começando a conhecer bastante sobre quais são as consequências daquelas mutações. Mas, na realidade, temos uma compreensão bastante rudimentar do que está provocando as mutações em primeiro lugar”, disse Mike Stratton, diretor do Sanger Institute e pesquisador-chefe deste estudo.

“E, afinal de contas, as coisas que estão causando essas mutações são as causas do câncer”.

A equipe analisou os códigos genéticos de 7.042 casos de câncer em pessoas do mundo todo, cobrindo 30 tipos diferentes da doença, para ver se conseguia encontrar padrões, ou assinaturas, dos processos mutacionais.

Descobriram que todos os cânceres continham duas ou mais assinaturas – uma descoberta que mostra a variedade dos processos que trabalham em conjunto quando se desenvolve um câncer.

Também descobriram que cânceres diferentes têm números de processos de mutação diferentes. Enquanto dois processos de mutação são a base do desenvolvimento do câncer de ovário, há seis por trás do desenvolvimento do câncer de fígado, disseram os pesquisadores.

E algumas assinaturas são encontradas em múltiplos tipos de câncer, enquanto outras são encontradas em um tipo. Dos 30 cânceres, 25 tinham assinaturas de processos de mutação relacionadas ao envelhecimento.

Stratton comparou os resultados a encontrar “traços arqueológicos” dos muitos processos de mutação que levam à maioria dos cânceres.

“Esse compêndio de assinaturas mutacionais e as consequentes deduções sobre os processos de mutação subjacentes a elas tem implicações profundas para a compreensão do câncer”.

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s