Gastou dinheiro à toa: caxirola é vetada para Copa da Confederações

Imagem

(JB) – Apresentada como instrumento musical para a Copa do Mundo, a caxirola está vetada para o evento-teste do Maracanã no próximo domingo e para a Copa das Confederações. Segundo o gerente geral de segurança do Comitê Organizado Local (COL), Hilário Medeiros, o item é considerado instrumento musical e está entre os objetos de entrada proibida .

A caxirola foi lançada com pompa pelo músico Carlinhos Brown e chegou a ser apresentada à presidente da República, Dilma Rousseff, para ser a “vuvuzela” brasileira na Copa do Mundo. Na África do Sul, o instrumento de sopro ganhou notoriedade e gerou reclamações por seu barulho ao longo do jogo.

Por ser considerada instrumento musical, a caxirola está vetada no evento-teste da Copa das Confederações
Por ser considerada instrumento musical, a caxirola está vetada no evento-teste da Copa das Confederações

Já a caxirola virou protagonista por causa do protesto da torcida do Bahia. Após a derrota para o Vitória na Fonte Nova, muitos torcedores atiraram no campo o objeto que fora distribuído gratuitamente. Desde o incidente, que ficou conhecido popularmente como “revolta da caxirolas”, Fifa e Governo passaram a reavaliar o uso da caxirola para o evento-teste.

“Não será permitida a entrada de torcedores com qualquer instrumento musical, e a caxirola entra neste quesito. Estamos adotando isso já nos jogos-testes e, na Copa das Confederações, essa regra também vai valer”, disse Hilário.

Para a Copa do Mundo o objeto ainda não é totalmente descartado. Nunca houve confirmação de que a caxirola seria comercializada para a Copa das Confederações e o plano inicial prevê a utilização para o Mundial. A tendência, no entanto, é que com os recentes acontecimentos o controle se estenda até 2014.

Cerveja e bandeiras também vetadas

Além de qualquer instrumento musical, não será permitido o ingresso de torcedores portando bandeiras com mastros e fogos de artifício. Apesar de estar liberada para a Copa das Confederações, bebidas alcoólicas não serão vendidas dentro do Maracanã no domingo. Apesar de ser um evento-teste, o COL e o Governo decidiram que neste momento fariam prevalecer a lei estadual que proíbe a comercialização e consumo de álcool nos estádios.

A expectativa da organização é de que um público de aproximadamente 74  mil pessoas compareça ao jogo que marca a reabertura do Maracanã. Nesta segunda, em encontro no Maracanãzinho, representantes de todos os órgão envolvidos no amistoso apresentaram detalhes da operação que vai mobilizar 900 voluntários e um grande efetivo de segurança.

Apesar de ser considerado um evento-teste, a diretor de operações do COL, Thiago Paes, disse que dificilmente se atingirá a excelência no domingo. “Não teremos 100%, mas tentaremos nos aproximar”, disse. Entre os itens que não serão testado está os serviços de mídia e a transmissão televisiva.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s