Circo do Mato promove exposição da artista Raquel Nader (RJ) na Morada dos Baís

Imagem
Raquel Nader

Na próxima terça-feira (7) acontecerá a abertura da exposição “ORI” da artista plástica, pesquisadora das culturas populares, arte-educadora, contadora de histórias, atriz e diretora teatral, Raquel Nader (RJ); esta exposição faz parte do projeto “A PALAVRA COMO MATÉRIA – O ATOR E O TEXTO” financiado pelo FOMTEATRO – FUNDAC e Prefeitura Municipal de Campo Grande e realizado pelo Circo do Mato.

Raquel já esteve na capital, e agora, após 17 anos retorna com suas obras que exploram e propõe a busca de nossas origens, nossas raízes, a partir dessa nossa cabeça (ORI), com tantas e tão diversas dobras fundadofras de novas buscas.

Raquel Nader realizará ainda, na última semana de maio, uma oficina, que desenvolverá o resgate da importância da palavra e do texto teatral, considerando que o texto no teatro perdeu seu espaço de importância máxima nas décadas de 80 e 90, em que o corpo do ator e as questões relativas ao espaço teatral (espaços e propostas espaciais interativas) tomaram um lugar de maior importância delegando ao texto a função de suporte da criação e, não mais, seu mote principal. Esse processo colaborou para o crescimento teatral em vários quesitos, mas ocasionou uma decadência na qualidade dos textos falados em teatro.

Utilizando as duas artes, plásticas e teatrais, a artista promoverá uma reflexão quanto aos conceitos e preceitos, proporcionando uma experiência ímpar aos participantes.

 Raquel Nader é pesquisadora das culturas populares brasileiras e procura sempre uma linguagem diferente para cada objeto de pesquisa. Com lendas, mitos e causos criou o projeto “Pão e Poesia” escrevendo histórias, publicadas em sacos de pão, com a ideia de que cheguem mais rápido ao destino – a gente que inventou e guardou todas elas.

Com os Maracatus pernambucanos foi brincante com palavras e no ritmo do folguedo, escreveu o livro “de Alfaias a Zabumbas”.

Com contos de fadas fez adaptações para o teatro, como em “Quem ri por último”, e com eles percorreu o Brasil (MS incluído).

Com músicas do universo caipira foi parar até na Europa misturando teatro de bonecos e o jeito todo nosso de cantar.

Com a religiosidade e a cultura afro-brasileira optou pelas artes plásticas para construir os painéis de ORI… são telas que contam histórias unindo linguagens : a tradição oral dos contos + as letras e os ritmos da música popular brasileira + os cenários teatrais + as cores e formas da África no Brasil + o sagrado e o profano presentes nas nossas manifestações populares + os 5R (Reduza/ Reutilize/ Recicle/ Repare/ Repense) + beleza e sensualidade…

SERVIÇO:

Exposição “ORI”

Abertura: 07/05/2013 às 19h30

Aberta ao público

 

Período da exposição: 07/05/2013 a 31/05/2013

Terça a Sábado das 8h às 18h – Domingo das 9h às 12h  

 

Visitas guiadas (Universidades, Escolas, grupos)

27, 28 e 29 de maio (período vespertino).

Agendamento: 9912-1420 / 3026-5767

 

Morada dos Baís

Av. Noroeste 5140 (esquina c/ Av. Afonso Pena)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s