Centro-Oeste se destaca no empreendedorismo, aponta pesquisa

Imagem

Números ressaltam negócios criados por oportunidade e como opção de carreira.

(Sebrae/MS) –  Enquanto a média nacional de empreendedores por oportunidade está em 69,2%, na região Centro-Oeste 84% dos negócios foram criados por empresários que enxergaram no mercado uma demanda ainda não atendida; média equivalente aos países de primeiro mundo.

 

Os dados da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor 2012 (GEM), realizada pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade (IBQP), foram divulgados nesta quinta-feira, 31 de janeiro.

“Muitas pessoas viajam de férias ou vêm de outras regiões para morar e acabam trazendo novidades de fora”, afirma Tito Estanqueiro, diretor técnico do Sebrae no MS. Para ele, a facilidade atual do acesso à informação contribui significativamente para que estas ideias sejam colocadas em prática com diferencial e focadas em um nicho de mercado.

De acordo com o levantamento, o Centro-Oeste supera em quase quatro pontos percentuais também a média nacional, que está 88,1%, das pessoas que consideram a criação de um novo negócio como uma opção desejável de carreira. 

Outro dado relevante é que, no Distrito Federal e nos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul está a maior proporção de empreendedores jovens envolvidos na abertura ou na administração da própria empresa. Mais de 22% dos empresários entre 18 e 24 anos estão na região, que também apresenta a maior proporção (37,2%) de empreendedores entre 25 a 34 anos.

“É uma parte mais nova da população que está extremamente mais qualificada do que os jovens de dez anos atrás e utilizam este conhecimento em favor do próprio negócio, com planejamento e agilidade”, destaca Estanqueiro.

Sonho brasileiro – No Brasil, o sonho de tonar-se um empreendedor perde somente para viajar pelo País e comprar a casa própria. No Centro-Oeste, esse desejo é ainda mais acentuado e fica atrás apenas do de sair do aluguel.

Imagem“Muita gente tem visto com mais frequência os negócios de pessoas próximas darem certo. E damos total apoio para que possa ser realizado, através de cursos, consultorias e orientação”, conclui o diretor técnico da entidade de apoio às micro e pequenas empresas no MS.

Segundo dados da Junta Comercial de Mato Grosso do Sul, nos últimos cinco anos, foram abertas 37.587 novas empresas no Estado, crescimento de mais de 20% em relação ao período anterior (2003-2007), quando 30.609 empreendimentos surgiram.  Hoje, ao todo, são mais de 149 mil empresas em atividade e 43 mil empreendedores individuais em território sul-mato-grossense.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s